Tenerife: acessibilidade e veganismo

Oi, gente!

Este artigo é relativo a todos os vídeos da minha viagem a Tenerife.  Se voce ainda não viu, eu vou deixar os links abaixo deste post.

Passamos uma semana por lá, então resolvi contar tudo: o que comemos, onde fomos, como era nosso hotel… Tanta coisa!IMG_0446

Viajamos de sexta a sexta, fomos de trem até o aeroporto, tudo planejado com a assistência especial dos trens. Funciona assim: você liga na estação e fala o horário em que vai precisar da rampa e alguém vai até la para colocá-la. Mas certifique-se de pedir à assistência para disponibilizar o transporte com 24h de antecedência. O trem é adaptado e tem até banheiro; no aeroporto tem supermercado, o que facilita a compra de algumas frutas e verduras. Caso você saiba que não terá essa facilidade, não esqueça de fazer as compras antes de sair de casa. Na segurança, não se pode passar com mais de 100ml de qualquer líquido, então, deixe para comprar sucos e cafés dentro do aeroporto após o procedimento.

Eu sempre tenho uma vaselina para colocar nos lábios e as vezes até dentro do nariz, assim não fica tão seco, mas também viajo com um spray de água e borrifo a cada uma hora ou sempre que sinto a pele seca. Claro que uso hidrante nas mãos e no rosto também e me mantenho hidratada com água e frutas, nada de álcool ou refrigerantes. Também me certifico de que poderei ir ao banheiro no avião, ou seja, que a aeronave tenha a cadeira de bordo. Se não, tomo o cuidado de diminuir a quantidade de líquidos e tento dormir um pouco mais. Normalmente ocorre quando o voo é curto.IMG_0486

Nossa chegada à ilha foi à noite, por boas estradas, tudo lindo e iluminado. A temperatura estava muito agradável. Conseguimos descansar bem à noite e já no outro dia tentamos achar um mercado para que pudéssemos complementar a nossa comida, já que eu levei tâmaras, amêndoas, chá, café e algumas barras de cereal. Fizemos salada de frutas quase todos os dias para o café da manhã e as sobremesas.

O hotel era uma quitinete em cima das montanhas e, de certa forma, longe da praia. Compramos frutas e verduras no próprio hotel; eu não como leite, mas meu marido é somente vegetariano então, come queijos, iogurte, ovos, mel… Antes da nossa viagem, eu já tinha feito uma pesquisa sobre a localização dos restaurantes veganos, vimos cardápio, preços e fizemos uma lista do que queríamos conhecer.IMG_0321

No hotel tinha piscina e um spa, isso nos deu muita liberdade para fazermos os nossos exercícios diários, além da yoga.

Fomos ver os golfinhos e as baleias, no filme não apareceu muito bem mas tinha um golfinho bebê, que era uma fofura, ficava do ladinho da mãe, pequenino, coisa mais linda.

Bom lembrar que Tenerife é uma ilha vulcânica, então toda vegetação é meio desértica, tem cactos etc.

IMG_0398
Para descer do hotel de cadeira de rodas era uma mão, tinha que ir bem devagar para não pegar velocidade, porque uma vez que eu embalasse eu ia para sempre rampa abaixo. É possível tomar uma boa vitamina por toda cidade e eles fazem sem leite. Eles alugam cadeira de rodas, o que para muitos vai ser uma mão na roda, inclusive modelos de cadeira de rodas para duas pessoas.

Quer saber mais? Vem junto.

OBS: Foi a primeira vez que usei esta câmera, então ainda estava me adaptando 🙂

Deem um desconto 😉

Beijo grande e estarei aqui para qualquer dúvida sobre a viagem e a ilha, não sei tudo, mas se puder ajudar de alguma forma vai ser show!

Posted in ARTICLES, DEFICIENTES/EFICIENTES, Lugares/ Viagens, Uncategorized, vegano, Viagens, Youtube | Tagged , , , , , , , , , , , , , | Leave a comment